Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Acredita em Ti e Voa!

Todos os dias: uma mensagem positiva. Um espaço onde a simplicidade, a reflexão e a felicidade coabitam em verdadeira harmonia. Que cada partilha seja inspiradora e desenhe um sorriso no rosto de quem lê!

Acredita em Ti e Voa!

Todos os dias: uma mensagem positiva. Um espaço onde a simplicidade, a reflexão e a felicidade coabitam em verdadeira harmonia. Que cada partilha seja inspiradora e desenhe um sorriso no rosto de quem lê!

Fã!

estrela.png

No mundo, há pessoas lindas por fora, mas com uma beleza interior infinita que é quase impossível descrever por palavras.

Tenho a felicidade de cruzar-me com pessoas que deveriam ser apelidadas de "heróis da vida".

Pessoas a quem tenho vontade de entregar a taça dos vencedores da vida. Pessoas que merecem ser aplaudidas de pé com toda a força. Pessoas que são luz na vida dos outros. Pessoas que mereciam ser medalhadas por contribuírem para a felicidade de tantas pessoas.

Pessoas que enfrentam as tempestades da vida com uma resiliência sem limites. Pessoas que pegam na dor que sentem e transformam em amor. Pessoas que são um lindo e radiante sol na vida dos outros. Pessoas que oferecem esperança a quem passa por si. Pessoas marcadas pela vida com enormes cicatrizes, mas que mantém o sorriso doce e o olhar empático.

A estas pessoas não sei o que dizer, contudo, sou fã delas, fico inspirada cada vez que as vejo, sinto que são uma bênção na terra e acredito que vieram para trazer mais luz às nossas vidas.

Feliz por cruzar-me com estas pessoas na rua, num hospital, numa loja e por aí. Sinto que vieram reforçar a minha fé na vida, sinto que me trazem uma mensagem de coragem e sinto que são a prova que é possível continuar em frente, mesmo quando a tempestade está forte, o tempo está nublado e as forças são escassas.

Gratidão e uma profunda admiração pelos guerreiros da vida. Abraço de uma fã!

BLOG: acredita-em-ti-e-voa.blogs.sapo.pt

A matemática da vida

mais amor.png

Ao longo da vida, somamos tristezas, desilusões e rancores. Vivemos amarfanhados no meio de tantos pesos que não percebemos que nada disto trará a tão desejada felicidade à nossa vida.

Esquecemos o mais importante, sobrevalorizamos o que é urgente aos nossos olhos e deixamos que o tempo passe sem um verdadeiro sentido.

Por vezes, precisamos subtrair as coisas inúteis, as atitudes vazias e as pessoas que nos entristecem para começarmos a somar vida à nossa própria vida.

Feliz o dia em que despertamos para a vida, para a verdadeira vida. O dia em que sentimos o que realmente vale a pena, o dia em que percebemos que nascemos para ser felizes, o dia em que deixamos de lado os pesos que não acrescentam nada de bom à nossa vida e o dia em que abrimos a janela do coração para que a luz entre com toda a sua força e magia.

É neste dia em que tudo ganha um sentido!

Vamos subtrair o que não interessa, somar tudo aquilo que enche o nosso coração, dividir as nossas descobertas com quem se cruza no nosso caminho e multiplicar as nossas energias a favor do bem.

As pessoas mais felizes são as que matematicamente somam amor a todas as contas da vida.

BLOG: acredita-em-ti-e-voa.blogs.sapo.pt

Em frente, sempre em frente!

Não gastes o teu tempo com pessoas azedas e rancorosas.

Deixa partir gente que aponta defeitos a todo o mundo.

Não dês ouvidos a quem diz que faz muito melhor do que tu.

Não dês conversa a quem acha que sabe sempre tudo e que os outros estão sempre totalmente errados.

Não deixes entrar na tua vida nenhum insatisfeito crónico, nem nenhum ingrato e muito menos os que se julgam mais do que os outros.

Muda de passeio quando encontrares pessoas que gostam de humilhar e pisar os outros.

Não precisas de caminhar com pessoas assim do teu lado: não te vão acrescentar nada e ainda vão ser um entrave à tua felicidade.

A vida não é uma corrida, não tens de correr mais do que ninguém, não há nada para provar a ninguém e nem tentes agradar a todos.

Caminha com o peito cheio de coragem e com um sorriso rasgado nos lábios.

Vai com a consciência tranquila, com a certeza que dás sempre o teu melhor e caminha de mão dada com o otimismo.

Quem te conhece verdadeiramente sabe o teu valor, reconhece a tua essência e sente o teu interior luminoso e bom.

Só tens uma vida: delicia-te com tudo, livra-te do acessório (pessoas e coisas) e diverte-te muito!

Vai em frente, não pares, não repares em quem não interessa e sê feliz!

BLOG: acredita-em-ti-e-voa.blogs.sapo.pt

felicidade.png

Troca de palavras!

otimismo.png

Tentas convencer-te que já não consegues ir mais além, mas sabes que consegues.

Sabes que consegues ultrapassar os teus limites, mas gostas de dizer que já os atingiste.

Muda de discurso e muda de atitude – a tua vida vai mesmo mudar!

Em vez de “não consigo” diz “vou conseguir”.

Em vez de “não sou capaz” diz “sou capaz”.

Em vez de “não tenho forças” diz “tenho coragem”.

Em vez de “não gosto de mim” diz “aceito-me como sou”.

Em vez de “tudo me acontece a mim” diz “tudo acontece por bem”.

Em vez de “nunca vou ser rico” diz “sou grato pelo que tenho”.

Em vez de “nunca vou mudar isto” diz “hoje começo a mudar o que tanto quero”.

Em vez de “vou andando” diz “estou muito bem”.

Em vez de “já é tarde para isto” diz “vou sempre a tempo do que me faz feliz”.

Em vez de “o que os outros vão pensar de mim” diz “eu sou feliz com as minhas decisões”.

Não te limites mais, porque as tuas limitações estão na tua cabeça. Para já, começa por trocar as palavras.

Mas atenção: acompanha a troca de palavras com uma mudança de atitude.

Acredita que tudo vai mudar na tua vida quando tu decidires mudar de verdade!

Vai devagar, ao teu ritmo, com fé e com motivação: eu sei que tu vais conseguir, eu confio em ti e tu?

BLOG: acredita-em-ti-e-voa.blogs.sapo.pt

Difícil, mas possível!

guerreiross.png

Há alturas em que sentimos que a dor é maior do que nós. Sentimos que as forças já começam a desaparecer. A montanha parece alta demais para nós, o fundo do poço parece cada vez mais fundo, o deserto parece que não tem um fim e os problemas somam-se (um atrás do outro sem limite). Nem sempre as coisas acontecem como desejamos, nem sempre a vida avisa que o tempo que vem por aí não é favorável e nem sempre aceitamos o que está a acontecer.

Uma coisa é certa, a vida testa a nossa resistência, analisa o nosso nível de aceitação, avalia a nossa paciência, verifica de que fibra somos feitos, procura ver se temos resiliência e se sabemos dar-lhe uso no momento certo. Não, não é fácil, é até muito duro e doloroso.

É aqui que vamos provar que temos coragem, que queremos ser felizes, que somos resilientes, que conseguimos renascer das cinzas e que vale a pena viver (apesar de todas as dificuldades e intempéries da vida).

Podemos até cair fundo, podemos até perder as forças e não ver nada à nossa frente, contudo, há dentro de nós uma fé, uma motivação e uma vontade de vencer. Vamos acreditar que tudo passa e o que faz de nós heróis vitoriosos é a forma como lidamos com tudo isto.

Podemos pedir ajuda, podemos pedir um amparo, podemos ter de gritar ou chorar, mas nunca vamos desistir de ser felizes (por nós e pelos nossos).

Um passo de cada vez, um passo pequeno mas estável e um passo carregado de esperança.

Pode ser difícil, mas é possível - nós nem sempre sabemos disso, mas há uma força incrível dentro de nós (dá-lhe espaço, dá-lhe luz e deixa-a ver a luz do sol).

Num momento duro, agiganta-te!

BLOG: acredita-em-ti-e-voa.blogs.sapo.pt

Natural

amorrr.png

Em diferentes momentos ao longo da nossa existência, a vida faz uma seleção natural das pessoas: quem sim, quem não e quem nunca.

É nos momentos mais difíceis, mais dolorosos e mais devastadores da nossa vida que percebemos quem vale a pena, quem não vale a pena e quem nunca valerá a pena.

É uma triagem que torna a nossa vida mais leve, mais genuína e mais autêntica.

Percebemos quem está ali porque gosta de nós, quem afinal só aparece para questionar as nossas opções, quem só se recorda de nós para pedir algo, quem só quer a nossa ajuda e não está disposto a ajudar em nada.

Não é fácil aceitarmos esta realidade, mas é uma limpeza gigantesca na nossa vida.

Não vale a pena ter muita gente à nossa volta se, quando mais precisamos, ninguém aparece. Não vale a pena correr a socorrer o mundo, se o mundo afinal é um interesseiro de primeira. Não vale a pena dar tudo de nós a quem não nos valoriza, a quem não nos carrega no peito e a quem julga mais e compreende menos as nossas opções de vida.

Vamos é agradecer esta seleção espontânea da vida que ajuda-nos a ver quem sim: quem queremos sempre do nosso lado, quem só descansa quando nos telefona, quem só respira fundo quando nos bate à porta, quem sofre com o nosso sofrimento e quem nos ama incondicionalmente (aconteça o que acontecer, concorde ou não connosco).

Bom é sabermos que "as nossas pessoas" estão sempre lá e, para estas pessoas, devemos ter todo o tempo do mundo, retribuir com todo o nosso afeto e distribuir a nossa energia - pessoas assim são um presente gigante da vida que queremos ter para sempre!

Gratidão, muita gratidão!

BLOG: acredita-em-ti-e-voa.blogs.sapo.pt

Tempo!

tempo.png

Bom, bom é ter tempo!

É ter tempo para comunicarmos o que sentimos cá dentro e para partilharmos o nosso ponto de vista. É ter tempo para reconhecer que o silêncio nos dá muitas respostas e é um sábio que nem sempre é valorizado. É ter tempo para viver o dia com verdade, sem máscaras e sem pressões. É ter tempo para deixar a nossa essência expressar-se independentemente das opiniões dos outros. É ter ter tempo para plantar com tranquilidade o que realmente queremos e ter a paciência necessária para colher no tempo certo o que tanto desejamos. É ter tempo para estar com quem enche o nosso coração do néctar da vida (o amor), com quem está sempre do nosso lado e com quem cuida de nós. É ter tempo para nos despedirmos de tudo aquilo que traz peso em demasia, dor em excesso e desânimo sem limites.

Há um tempo certo para tudo, mas cabe-nos a nós saber gerir esse tempo e escutar mais o nosso coração que é um especialista nas escolhas acertadas para a utilização eficaz do nosso tempo.

Que haja sempre tempo para o que nos faz bem, que nunca falte tempo para aproveitar a companhia dos "nossos", que usemos os intervalos da vida para ganhar um novo fôlego, que haja tempo para manter o equilíbrio interior no ponto certo e que o tempo seja usado e conjugado com os verbos ser e acreditar.

Não olhemos para o tempo passado nem para o tempo futuro: é viver o momento (aqui e agora)! Que o tempo não nos escape pelas mãos...

BLOG: acredita-em-ti-e-voa.blogs.sapo.pt

Eu escolhi...

Que as nossas escolhas sejam realmente nossas e não "dos outros".

Que sejamos capazes de escolher com o coração.

Que a voz da nossa intuição seja escutada atentamente.

Que o medo não ronde a nossa decisão e que o amor e a paz sejam os fatores decisivos.

Que tenhamos abertura de mente suficiente para aceitar que não há escolhas certas ou erradas: há escolhas!

Que sejamos capazes de deixar de lado: a opinião dos outros, os julgamentos dos outros e os preconceitos dos outros. São dos outros e devem ficar com eles. Que isto não afete as nossas decisões e influencie a nossa felicidade.

Podemos ser rotulados de "loucos", mas o importante é que sabemos que a nossa "loucura" é saudável e para nós chama-se "capacidade de tomar decisões".

BLOG: acredita-em-ti-e-voa.blogs.sapo.pt

ser feliz.png

Amor-próprio*

nublao.png

O maior amor da nossa vida é o amor-próprio. Vamos viver connosco até ao último suspiro. Não aprendemos na escola a cuidar deste amor, não aprendemos a sua importância e, muitas vezes, só sabemos a importância de amar o próximo e ponto final. Mas, o amor-próprio é o amor mais profundo, mais bonito e mais genuíno que podemos e devemos ter na vida.

Vamos sempre a tempo de aprender a tratar do nosso amor-próprio, a tempo de adubar a nossa autoestima e a tempo de aceitarmo-nos exatamente como somos.

Podemos demorar algum tempo, mas vamos compreender que o nosso amor-próprio precisa de ser alimentado como uma árvore. Existe uma semente dentro de nós que precisa de tempo, espaço, cuidados para que possa crescer de forma saudável. Temos de alimentar a nossa árvore e temos de arrancar todas as ervas daninhas que a circundam. Ninguém pode fazer isto por nós: temos de ser nós!

Temos de prometer a nós mesmos que o nosso amor-próprio irá receber toda a nossa atenção, iremos mudar o que tem de ser mudado e investir no seu equilíbrio.

Estás a pensar que não tens feito isso... Ficas sempre para segundo plano? Nunca estás na lista de prioridades?

É preciso mudarmos, é preciso cuidarmos do nosso lado de dentro, é preciso termos orgulho no nosso percurso de vida, é preciso ter fé que vamos superar qualquer obstáculo, é preciso aceitar a imagem que o espelho nos devolve e sorrir para ela, é preciso pacificar o coração, é preciso ter por perto gente do bem que nos faz bem e é preciso regar diariamente o nosso amor-próprio.

Cuida de ti - quando cuidamos bem de nós, aprendemos a cuidar verdadeiramente dos outros e tornamo-nos pessoas mais felizes e mais realizadas.

BLOG: acredita-em-ti-e-voa.blogs.sapo.pt

Não, não sou...

forças.png

Sentes que “Inútil” é o teu segundo nome, mas quando e porquê?

Quando sentes que ninguém precisa de ti – lá vem a certeza “sou um inútil”.

Quando não consegues estabilizar a tua relação amorosa - lá vem a certeza “sou um inútil”.

Quando acreditas que ninguém se interessa por ti - lá vem a certeza “sou um inútil”.

Quando acreditas que não tens valor - lá vem a certeza “sou um inútil”.

Quando acreditas que nasceste para sofrer - lá vem a certeza “sou um inútil”.

Quando acreditas que não fazes falta à vida de ninguém - lá vem a certeza “sou um inútil”.

Quando amas alguém que não te ama - lá vem a certeza “sou um inútil”.

Quando queres dar nas vistas, mas sentes-te invisível - lá vêm a certeza “sou um inútil”.

Quando tens ideias e não consegues colocá-las em prática - lá vem a certeza “sou um inútil”.

Quando queres trabalhar, mas não tens um trabalho - lá vem a certeza “sou um inútil”.

Quando não consegues aguentar o peso do desgosto e da frustração - lá vem a certeza “sou um inútil”.

Quando ligas o facebook e percebes que todos dizem ter a vida perfeita, menos tu - lá vem a certeza “sou um inútil”.

Quando alguém te humilha, te pisa e provoca e não consegues reagir - lá vem a certeza “sou um inútil”.

Quando não consegues superar a dor, não consegues resolver um problema e tens vontade de desistir de tudo - lá vem a certeza “sou um inútil”.

Quando imaginas que és um peso na vida de alguém - lá vem a certeza “sou um inútil”.

Contudo, NÃO és um inútil!

És um guerreiro que está cansado depois de tantas batalhas sem sucesso – mas não perdeste a guerra!

És um lutador que perdeu um combate – mas o campeonato ainda vai a meio!

És um ser humano fragilizado pelas situações duras que tens vivido – mas ainda há tanta vida pela frente!

Não desistas, não és um inútil e vais ser um vencedor – ainda nada acabou e a vida vai trazer-te algo inesperado!

Confia que tudo vai conspirar a teu favor!

Levanta-te, cuida de ti e dos que amas, ganha coragem, enxerga o que e quem é importante, luta pelo que queres e não te esqueças que todos precisam de ti.

Acredita que esse sentimento de inutilidade vai passar - a felicidade é o teu destino e tu estás a meio da viagem!

Pág. 1/3