Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Acredita em Ti e Voa!

Vai passar. Vai correr tudo bem. Puxa pela teu melhor. Cuida de ti. Olha para dentro. Entretanto o sol vai voltar! Todos os dias: uma mensagem positiva. BLOG: http://acredita-em-ti-e-voa.blogs.sapo.pt/

Acredita em Ti e Voa!

Vai passar. Vai correr tudo bem. Puxa pela teu melhor. Cuida de ti. Olha para dentro. Entretanto o sol vai voltar! Todos os dias: uma mensagem positiva. BLOG: http://acredita-em-ti-e-voa.blogs.sapo.pt/

O doloroso Inverno da Vida!

Formadora Voa Voa, 13.10.16

Há dias, semanas, meses e anos tão angustiantes que apetece esquecer. Há momentos em que temos a consciência que tudo ou quase tudo está a desmoronar na nossa vida. E, quando sentimos que mais nada pode acontecer, acontece mais uma queda, mais um desgosto e mais qualquer coisa que nos entristece ou preocupa. Olhamos para a frente e não encontramos nem uma luz, nem um farol, nem uma estrela… simplesmente nada! E, quanto mais lutamos para encontrar o nosso caminho, mais perdidos nos encontramos… Nada resulta, nada avança, nada dá certo, tudo está parado, porém, o tempo avança sem piedade e sentimos a vida simplesmente a passar! Todavia, não vale a pena desesperar! Um ano tem quatro estações completamente distintas: será que a nossa vida também tem estações? Talvez… podemos estar a passar pelo outono ou pelo inverno, mas entretanto reaparece a primavera e o verão. Bem sei que é mais confortável viver só com uma ou duas estações, mas temos de passar por todas. Ao longo da vida, todos nós atravessamos invernos cinzentos (com direito a chuva, a tempestades e a escuridão), mas seguidamente chega a primavera resplandecente (repleta de luz, sol, pássaros e flores). Quando não encontrarmos uma luz ao fundo do túnel, vale a pena olhar para céu e, com toda a certeza, vamos encontrar uma estrela cintilante. E se não estiver nenhuma? Sê a tua própria estrela, confia em ti, acredita que tudo passa e que ainda irás brilhar e muito!

se a tua pp estrela.png

Desistir é para os corajosos!

Formadora Voa Voa, 13.10.16

Existem vários ditados populares que afirmam que desistir é uma atitude de pessoas fracas. Mas será mesmo? Uma pessoa que desiste de uma relação que lhe provoca dor e desânimo, uma pessoa que desiste de um trabalho que é mais que um martírio, uma pessoa que decide acabar com uma amizade angustiante e manipuladora, é fraca? Alguém que decide colocar um ponto final seja numa relação, num projecto, numa história ou numa situação que traz infelicidade é uma pessoa fraca? A sério, alguém acredita nisto? Então, nós devemos insistir em algo que nos prejudica a todos os níveis, só para evitar ser rotulados de “pessoas fracas”, é isto? Quer dizer, a pessoa deve continuar em sofrimento só para não desistir de algo? Não creio e espero que ninguém acredite nisto! Se não estamos bem, vamos sempre a tempo de mudar, seja de rumo, de ideias, de opiniões, de casa, de trabalho, de amigos, de relação ou qualquer outro projecto. É preciso coragem para dizer: “chega/basta/ não aguento mais” e só os corajosos tem essa força imbatível e essa garra inigualável. Desistir pode ser muito positivo e pode abrir espaço para a mudança! E as mudanças, ao contrário do que muitos pensam, trazem sempre bênçãos escondidas que só sentimos a longo prazo. Vamos aliviar o peso da infelicidade, largar o que não nos faz feliz e mudar de rumo! Sim, podemos desistir, porque quem gosta de nós quer que sejamos felizes e não “uma pessoa aparentemente feliz, mas carregada de dor, sofrimento e frustração.” “Fracos” são aqueles que tem medo de desistir, medo de mudar, medo de arriscar e preferem ser infelizes eternamente só porque receiam ser rotulados de “desistentes”. Verdade seja dita, desistir não é para os fracos, é para quem tem coragem redobrada e acredita que merece bem melhor! Desiste do que não te faz feliz, confia em ti e vais ver que o melhor ainda está por vir!

mereço ser feliz.png