Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Acredita em Ti e Voa!

Todos os dias: uma mensagem positiva. Um espaço onde a simplicidade, a reflexão e a felicidade coabitam em verdadeira harmonia. Que cada partilha seja inspiradora e desenhe um sorriso no rosto de quem lê!

Acredita em Ti e Voa!

Todos os dias: uma mensagem positiva. Um espaço onde a simplicidade, a reflexão e a felicidade coabitam em verdadeira harmonia. Que cada partilha seja inspiradora e desenhe um sorriso no rosto de quem lê!

Aquele "amigo" foi embora...

30.01.17, Formadora Voa Voa

Já tiveste um "amigo" que não te apoiou quando tu mais precisaste de ajuda? Aquele amigo a quem já deste a mão e ele simplesmente te virou as costas sem explicação.

Sim, é uma grande desilusão, contudo, isso acontece a todas as pessoas.

Não vale a pena ficares triste.

Há pessoas que não merecem as tuas lágrimas.

Há pessoas que não merecem o teu amor e a tua amizade.

Há pessoas que não te dão o devido valor.

Há pessoas que te julgam nas costas e dizem ser teus amigos.

Há pessoas que te empurram para o fundo do poço, em vez de te ajudar a sair dele.

Deixa de parte este tipo de pessoas, larga esta gente que nada te acrescenta e abandona quem te faz tanto mal.

Verdade seja dita, quando largares estas pessoas irás deixar espaço para entrar gente boa na tua vida.

Sim, vai entrar gente que vale a pena, gente que te valoriza e gente que te ama.

Conheces a história do cavalo no fundo do poço?

Um cavalo caiu no poço. Ninguém conseguia retirar o cavalo e todos facilmente desistiram de ajudar o cavalo. No entanto, o dono do cavalo e os seus amigos pensaram que seria uma boa ideia enterrá-lo vivo. Todos começaram a mandar areia para dentro do poço.

O cavalo era muito inteligente e pensou: "Querem enterrar-me vivo? Mas, o meu dono sempre gostou tanto de mim, é mais que um amigo: como é possível? Não vou deixar! Eu quero viver e eu sou mais forte do que todos!"

Enquanto o dono e os amigos mandavam areia para dentro do poço, sabes o que o cavalo fez?

O cavalo sacudiu toda a terra que lhe caía nas costas e aproveitou a terra acumulada no fundo do poço para dar pequenos passos e subir. Quanto mais terra lhe atiravam, mais ele subia.

Em pouco tempo, o cavalo conseguiu relinchar de satisfação e sair - ele salvou a sua própria vida!

Faz como o cavalo: não desistas, sacode a poeira, abandona quem não te quer bem, luta pela tua felicidade e liberta-te!

Espero que saibas escolher as tuas amizades, compreender quem está sempre do teu lado, valorizar quem te ama e reconhecer quem sempre te auxilia quando mais precisas: esses são os teus verdadeiros amigos!

BLOG: http://acredita-em-ti-e-voa.blogs.sapo.pt/

amigo.png

O nosso valor está na nossa diferença

29.01.17, Formadora Voa Voa

Conheces esta história?

Numa carpintaria, durante a hora do almoço do carpinteiro, houve uma reunião de ferramentas. O objetivo era avaliar o trabalho realizado em equipa.

O martelo quis assumir a condução da reunião, mas as outras ferramentas não permitiram e tentaram mesmo expulsá-lo da carpintaria: "Tu fazes muito barulho. Passas o tempo a dar golpes."

O martelo aceitou a contestação, mas exigiu: "O parafuso também deve ser expulso. Ele dá demasiadas voltas para fazer qualquer coisa."

O parafuso reconheceu o seu problema, até admitia sair, mas colocou uma condição: "A lixa não pode ficar. Ela é muito áspera no contato com os outros."

A lixa sabia que provocava fricções com todos, mas atacou: "O metro é que tem de ser afastado da nossa companhia. Ele está sempre a medir os outros, de acordo com a sua medida, como se fosse perfeito."

No meio da discussão, entrou o carpinteiro para continuar o seu trabalho. Usando todas as ferramentas, terminou o móvel que tinha começado de manhã.

Logo que o carpinteiro saiu, recomeçou a discussão. Então, o serrote tomou a palavra e disse: “Reparem na beleza do móvel que o carpinteiro fez. Ele só conseguiu construir este móvel, porque soube aproveitar as melhores características de cada ferramenta. Eu faço cortes, mas isso não chega. O martelo oferece a sua força, o parafuso sabe fazer uniões, a lixa consegue alisar as asperezas e o metro traz exatidão ao trabalho. Temos de pensar mais nos nossos pontos fortes. O nosso valor está na nossa diferença.”

Nunca te esqueças que tens valor! Aceita-te, valoriza-te e abraça-te com força.

Somos todos diferentes e é nessa mesma diferença que está a nossa magia, o nosso valor e a nossa marca no mundo!

diferentes.png

Quando está nublado…

28.01.17, Formadora Voa Voa

Podes sempre imaginar o céu azul e relaxar.

Podes ver um filme no aconchego do sofá.

Podes pegar numa mantinha e ler um bom livro.

Podes beber um chocolate quente e escrever o que quiseres.

Podes fechar os olhos e pensar em algo que te faz sorrir.

Podes apreciar o dia e comer umas pipocas ou um crepe delicioso.

Podes começar a pensar em novas metas.

Podes aproveitar para telefonar a um amigo que merece um “olá, estás bem?”

Podes aproveitar para namorar muito.

Podes visitar alguém, fazer um pouco de companhia e dar uns dedos de conversa.

Podes fazer um bolo e partilhar seja com quem for.

Podes fazer tanta coisa boa, mas ficas triste só porque está nublado.

Aprecia tudo na vida!

Enquanto o sol não regressa, aproveita para ser feliz!

BLOG: http://acredita-em-ti-e-voa.blogs.sapo.pt/

sol.png

Tudo vale a pena?

27.01.17, Formadora Voa Voa

Diz o ditado que sim “Tudo vale a pena …” mas será que vale mesmo?

Por vezes, vale a pena. Outras tantas vezes, não vale a pena mesmo.

Quantas vezes tu já pensaste: “Tanto esforço, tanta dedicação e para nada”.

Há alturas que esperas que o mundo mude.

Há alturas em que aguardas que reconheçam o teu valor.

Há alturas em que suplicas por afeto: não dizes nada, mas tens a esperança no olhar.

Há alturas em que fazes finca-pé até que o que queres chegue até ti.

Há alturas em que engoles tantos sapos que já nem consegues dizer mais nada.

Será que vale a pena?

Pois…

A verdade é que chega “o dia” em que decides o que vale ou não a pena na tua vida.

O dia em que percebes que tu é que tens de mudar e o mundo se quiser que mude – já não vais aguardar nada.

O dia em que percebes que tu tens valor e não vale a pena esperar um elogio – confias em ti e isso basta-te!

O dia em que percebes que quem te quer amar ama e ponto final – deixas de pedir afeto a quem nem repara que existes.

O dia em que deixas de esperar por alguém ou alguma coisa e corres atrás da tua felicidade – és capaz, mereces e vais conseguir!

O dia em que desatas os nós da garganta, abandonas tudo o que te entristeces e decides que não vais engolir mais nada – se não és feliz ali, agarras na tua mala e vais para outro lugar.

Na verdade, nem tudo vale a pena.

Mas, tudo aquilo que desenha um sorriso no teu rosto e faz saltar o teu coração vale muito a pena!

amas.png

E eu?

25.01.17, Formadora Voa Voa

Lembras-te sempre dos outros.

Distribuis coragem sem olhar a quem.

Presenteias toda a gente com o teu sorriso rasgado.

Aguentas os problemas de toda a gente nas tuas costas e carregas sem resmungar.

Carregas no peito as dores de quem desabafa contigo.

Emprestas o teu ouvido horas a fio.

Matutas sobre um problema que não é teu, sofres por uma dor que não é tua e pedes uma solução para um problema que não é teu.

Precisam de apoio? Nem é preciso pedir: lá vais tu a correr e preparado para ajudar.

Dás força para que todos mudem a sua vida.

Indicas soluções para os seus problemas, procuras desconstruir para voltar a construir, analisas traumas e pensas: e que mais posso fazer?

Juntos conjugam o verbo acreditar – tudo é possível.

Dás toda a energia que trazes contigo e dás de coração.

Ofereces esperança e acendes a luz da fé no coração do outro.

No fim, dás aquele abraço de amor e voltas à tua vida.

E tu? E a tua vida?

Tu caminhas com a gratidão no peito pela tua vida fora e com o sentimento de missão cumprida: "mais um sorriso desenhado no rosto de alguém".

Levas contigo a esperança que a vida te volte a carregar as baterias.

Amanhã voltas a ajudar alguém que se cruze no teu caminho!

Gente boa-boa-e-boa é mesmo assim, verdade?

BLOG: http://acredita-em-ti-e-voa.blogs.sapo.pt/

boa.png

Eu sei...

24.01.17, Formadora Voa Voa

Sei que tenho muitas perguntas e que a vida vai responder-me no momento certo.

Sei que a incerteza traz-me muita ansiedade, mas sei que a vida não me dá garantias de nada.

Sei que não dá para controlar o que vem aí e sei que devo aguardar com fé.

Sei que a gratidão enche-me por dentro de uma forma inigualável.

Sei que não preciso de provar nada a ninguém.

Sei que o melhor plano da vida é ser feliz do meu jeito.

Sei que as fases menos boas da vida vêem para me ensinar algo e para testar a minha resistência à adversidade.

Sei que o acaso são coincidências felizes que me levam para o caminho certo.

Sei que não devo castigar-me nem lamentar-me por nada, porque tudo tem a sua razão de ser e acontecer.

Sei que tenho de acreditar mais em mim.

Sei que devo desistir do que me traz tristeza e persistir no que me faz feliz.

Sei que tenho defeitos, virtudes e sei que sou um simples ser humano: não devo exigir perfeição nem de mim nem dos outros.

Sei que ter saúde, paz e amor é tudo nesta vida!

Sei que devo agradecer diariamente tudo o que sou e tenho.

Sei que devia ler este texto todos os dias, simplesmente porque a memória é curta e é uma boa ideia relembrar estas pequenas (grandes) ideias.

Sei que tenho de tomar uma decisão urgentemente: colocar tudo em prática e ser definitivamente feliz a todas as horas!

BLOG:http://acredita-em-ti-e-voa.blogs.sapo.pt/

sei sei.png

Já não acredito...

23.01.17, Formadora Voa Voa

Triste é quando percebes que deixaste de acreditar na felicidade.

Triste é perceberes que já não procuras um novo caminho.

Triste é sentires que não mereces melhor.

Triste é pensares que não há melhor.

Afinal, já não acreditas em ti?

Não faças isso!

O mundo pode cair, mas tu consegues erguer-te! Acredita em ti!

Acredita que tens reservas de força escondidas e que vão aparecer repentinamente.

Acredita que, quando não tiveres saída, a vida obriga-te a vasculhar as tuas forças!

Acredita que podes cair, mas vais levantar-te com ainda mais força!

Acredita no leão que ruge dentro de ti!

Acredita que és capaz!

Acredita que há um dia onde, doa a quem doer, custa o que custar, vais renascer com as garras mais afiadas.

Acredita que vais renascer mais forte, mais determinado a escrever uma nova página e um novo final na tua história!

Faz trinta por uma linha, mas não deixes de acreditar – há um mundo à tua espera e fazes falta no lugar onde ainda não chegaste, mas vais chegar! Sabes porquê? Porque todos temos o nosso lugar, mas só chegamos lá no momento certo.

BLOG: http://acredita-em-ti-e-voa.blogs.sapo.pt/

capaz.png

Luxo é ser feliz!

22.01.17, Formadora Voa Voa

A vida é um luxo quando decides mudar o teu olhar.

Quando aprecias a simplicidade da vida e beber um café torna-se uma autêntica aventura.

A vida é um luxo quando sentes o amor dentro de ti.

Quando espalhas o perfume do amor ao teu redor e vibras com a energia do bem.

A vida é um luxo quando te perdes e reencontras num piscar de olhos.

Quando entendes que cair e levantar fazem parte das lições da vida.

A vida é um luxo se optas por compreender ao invés de julgar.

Quando gostas de conhecer pessoas, ajudá-las e cultivar a paz nos seus corações.

A vida é um luxo quando fazes, todos os dias, algo que amas profundamente.

Seja a leitura de um trecho de um livro, o simples apreciar de uma paisagem ou a escuta da tua música favorita – são cinco minutos que te renovam para a vida!

A vida é um luxo quando és amado pela família, pelos amigos e amas igualmente e com a mesma intensidade.

Quando conjugas o verbo “amar” com paixão, com doçura e com amizade.

A vida é um luxo quando dás o teu melhor e não esperas retorno.

Quando o teu lema passa a ser “dou porque me faz bem!”

Luxo é ser feliz – sê feliz todos os dias!

Abraça demoradamente a tua felicidade e diz-lhe “Obrigado!”

PS: Não sei se reparaste, mas tanto luxo e não gastaste nenhum dinheiro! O luxo da felicidade é gratuito!

BLOG: http://acredita-em-ti-e-voa.blogs.sapo.pt/

sorri p vida.png

A Crítica que nada acrescenta!

21.01.17, Formadora Voa Voa

Conheces esta história? Um mestre conversava com um dos seus discípulos sobre a arte de viver com os outros. Quando o discípulo começou a criticar os defeitos de um colega, o mestre disse-lhe: Tens de ser tolerante, todos têm qualidades e defeitos.

O discípulo afirmou: "Mestre, este colega só tem defeitos!" O mestre respondeu: "Muitas vezes, nós vivemos uns com os outros como se caminhássemos em fila indiana, carregando duas mochilas, uma junto ao peito e a outra às costas. Na mochila da frente, levamos as nossas qualidades. Na mochila de trás, transportamos os nossos defeitos."

O discípulo disse que não entendeu e o mestre explicou: "Na caminhada em fila indiana temos a tendência a olhar para as nossas qualidades e a observar os defeitos da pessoa que caminha à nossa frente. Nós não vemos os outros exatamente como eles são nem os outros nos veem como nós somos. Se quiseres viver em paz não deves julgar apressadamente ninguém".

E tu também julgas de modo apressado?

É tão fácil julgar, é tão fácil criticar e apontar o dedo a alguém.

As pessoas são mais complexas do que parecem ser. Cada pessoa tem a sua história, o seu caminho, as suas dores, as suas dificuldades, as suas quedas e as suas alegrias.

Quando julgamos alguém é sinal que não estamos bem. É preciso apontar o dedo para sentir algum conforto? É preciso criticar alguém só porque nos apetece?

A tua critica, as tuas palavras e o teu julgamento precipitado dizem muito sobre ti.

Caminha com os pés dessa pessoa, sente as mesmas dores, as mesmas frustrações e as mesmas dificuldades. Talvez possas ser mais justo quando voltares a criticar alguém!

Sê compreensivo, sê o colo de alguém e sê amigo.

Não te limites a ser um critico amargo que se limita a julgar sem conhecimento.

Não há pessoas perfeitas: todos temos defeitos e virtudes!

Se for para criticar alguém, que essa critica seja construtiva e não destrutiva - não precisamos disso!

BLOG: http://acredita-em-ti-e-voa.blogs.sapo.pt/

amare.png

A pontuação na vida!

20.01.17, Formadora Voa Voa

Na história da tua vida…

Se tens dúvidas sobre o que decidir, então coloca vários pontos de interrogação e procura as respostas que tanto necessitas para seguir o teu caminho.

Se queres dar uma segunda oportunidade, então coloca uma vírgula, perdoa e avança com força.

Se queres tempo para refletir melhor, opta pelo ponto e virgula, pesa tudo na balança da vida e vais chegar a uma conclusão.

Se queres dar tempo ao tempo, decide colocar umas reticências, respira fundo, ganha força e escuta o coração.

Se queres escrever uma nova história, coloca um ponto final e faz parágrafo. Arranca a fundo para uma nova história e sorri!

A pontuação existe para ser utilizada - faz bom uso dela!

Espero que o ponto de exclamação seja utilizado constantemente na tua vida!

Contudo, não te esqueças de colocar um ponto final no passado, um ponto de interrogação no futuro e vive o presente com um grande ponto de exclamação.

Sê feliz!

BLOG: http://acredita-em-ti-e-voa.blogs.sapo.pt/

felizz.png

Pág. 1/3