Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Acredita em Ti e Voa!

Vai passar. Vai correr tudo bem. Puxa pela teu melhor. Cuida de ti. Olha para dentro. Entretanto o sol vai voltar! Todos os dias: uma mensagem positiva. BLOG: http://acredita-em-ti-e-voa.blogs.sapo.pt/

Acredita em Ti e Voa!

Vai passar. Vai correr tudo bem. Puxa pela teu melhor. Cuida de ti. Olha para dentro. Entretanto o sol vai voltar! Todos os dias: uma mensagem positiva. BLOG: http://acredita-em-ti-e-voa.blogs.sapo.pt/

Perdoa-(lhe/te)!

Formadora Voa Voa, 27.04.17

Sim, perdoa quem te fez mal. Perdoa quem te prejudicou por maldade.

Perdoa quem te pisou e humilhou, perdoa quem inventou mentiras sobre ti, perdoa quem criou um enredo para te colocar como o vilão da história, perdoa quem te julga sem conhecimento, perdoa quem te critica e tenta derrubar, perdoa quem anda perdido e faz tudo para te ver na mesma situação.

Há pessoas perdidas à procura de saber quem são e qual a missão de vida. Infelizmente, não sabem aproveitar a vida e acabam por tentar destruir a felicidade de quem se cruza no seu caminho.

No entanto, tu és diferente. Perdoa estas pessoas e segue o teu caminho.

Quando perdoas estas pessoas ficas mais leve e mais feliz.

Um dia um discípulo perguntou ao sábio: "Qual o sentido da vida? Como ser feliz?" e o sábio respondeu "É simples, não carregues os pesos desnecessários da vida".

Perdoa os outros (livras-te deste peso), porém não te esqueças de te perdoar a ti próprio.

Perdoa-te pelo que não deu certo (mas tu sabes que o teu esforço foi máximo), perdoa-te pelas tuas escolhas (todas tem consequências), perdoa-te pelas atitudes erradas e pelos pensamentos negativos, perdoa-te pelo que fizeste e não fizeste, perdoa-te por tudo e mais alguma coisa.

És um ser humano (e como todos os seres humanos) tens falhas, cometes erros, no entanto, também tens virtudes, qualidades e também tens acções bem sucedidas.

Não é o passado que te define, não são as tuas palavras que te caracterizam - tu és o teu presente e são as tuas atitudes que te definem!

Vai ser feliz, sem pesos, perdoa, perdoa-te e abraça-te!

O perdão devolve-te uma riqueza sem igual: a tua paz interior!

BLOG:acredita-em-ti-e-voa.blogs.sapo.pt

atitudes.png

A primeira flor que cresce num terreno baldio

Formadora Voa Voa, 04.03.17

Há pessoas perdidas dentro de si.

Há pessoas que procuram uma estrada e não encontram nada: elas ficam paradas à espera.

Esta mensagem é para ti? Então, encontra-te contigo – luta por ti e define metas.

E se acontece com alguém próximo de ti?

Sê a voz que vem para confortar e a bússola que vem para guiar alguém perdido e desesperado por ajuda.

Há pessoas com vivências difíceis e marcantes.

Há pessoas presas a um passado triste.

Há pessoas amarradas a uma culpa: pelo que fizeram ou pelo que deixaram por fazer.

Há pessoas que não assumem os seus erros e tendem a culpar os outros por tudo e por nada.

Esta mensagem é para ti? Então, liberta-te com força e perdoa-te por tudo: deixa o passado no lugar dele: lá atrás no passado!

E se acontece com alguém próximo de ti?

Ajuda alguém a libertar-se de tudo o que não interessa, explica a importância do perdão e apazigua esse coração despedaçado.

Há pessoas abandonadas por todos.

Há pessoas que vivem uma solidão interior.

Esta mensagem é para ti? Então, trata de ti e cuida do teu interior – as pessoas vão chegar quando perceberem que tens luz e que mereces confiança.

E se acontece com alguém próximo de ti?

Visita inesperadamente alguém só e faz companhia a quem precisa dela.

Sê a primeira flor que nasce e cresce num terreno baldio – pode ser no teu próprio terreno ou no terreno de alguém.

Todo o terreno baldio precisa de alguém com iniciativa e poderá transformar-se num belo jardim – tem iniciativa ou enche alguém de força para começar!

Enche-te e enche alguém de esperança!

BLOG: http://acredita-em-ti-e-voa.blogs.sapo.pt/

plenitude.png

O perdão de natal

Formadora Voa Voa, 13.12.16

Todas as épocas são boas para perdoar ou pedir desculpa.

Mas, se ainda não perdoaste ou pediste desculpa: Porque não no natal?

Deixa de lado a mania que tens sempre razão e que és uma vitima de tudo e todos.

Larga a teimosia desmesurada que só atrapalha a tua vida.

Coloca-te no lugar da outra pessoa e pensa: “Será que não faria o mesmo? Será que já não fiz isso a alguém?”

Deixa cair essa teoria antiquada que és perfeito – não há pessoas perfeitas.

Abandona o medo de pedir desculpa – “desculpa” é uma palavra que faz magia e devolve a alegria e a paz que tanto desejas.

Pega no telefone e diz a verdade: “Não gostei do que disseste ou fizeste, mas gosto tanto de ti. Vamos começar do zero ok? Fazes-me tanta falta!”

Sim, não gostas daquela pessoa, mas se alguém próximo de ti gosta: Porque não propor umas tréguas? Vá lá, pensa que farás feliz quem tens ao teu lado e quem sabe se não fazes as pazes para sempre?

Queres ser feliz ou queres ter sempre razão? Queres arrumar o passado ou viver sempre com essa dor? Queres ter paz em família ou queres viver em permanente guerra?

Sê feliz, sê humilde, sê corajoso e sê maduro: pede desculpa e/ou perdoa!

Relembro uma linda história cuja moral é a seguinte: “O mal que nos fazem deve ser escrito na areia da praia, assim o mar ou o vento irão apagar. O bem que nos fazem deve ser escrito numa pedra, assim nunca iremos esquecer e iremos sempre ser gratos!”

Feliz Natal – perdoa com o coração e pede desculpa pela tua paz interior. Acredita que vai valer a pena!

nobre.png

Perdoa-te!

Formadora Voa Voa, 02.11.16

Vives com um sentimento de culpa.

Culpa pelo que fizeste ou culpa pelo que não conseguiste fazer.

Vives com uma dor imensa.

Sofres diariamente e bloqueias a tua própria existência.

Vives com o medo que isso se descubra.

Esse segredo atrofia a tua mente e faz tremer o teu coração.

Vives com essa mentira.

Para ti uma meia-verdade que assombra a tua felicidade.

Deixa de carregar esses pesos, despeja essas culpas no lixo, abandona-os no passado e apanha boleia para o teu presente.

Perdoa o teu passado, perdoa os teus erros e perdoa as tuas falhas.

Acima de tudo, perdoa-te a ti próprio!

Todos falhamos, todos fazemos más escolhas e todos temos o direito de continuar a viver.

Tu não estás a viver, tu estás a sobreviver: pensas nisso horas a fio e castigas-te como se tivesses feito por maldade.

Aceita-te (com todas as tuas qualidades e defeitos), perdoa-te e recupera o tempo perdido!

Aprende com as lições do passado, reconquista a tua paz e retoma a tua vida.

perdoa te.png